MigraTI - Soluções em banco de dados

Guob 2017

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Criando triggers de login

Segue abaixo passos rapidos de como criar uma trigger de login.
Após este procedimento você poderá criar a trigger com quantos campos achar necessário, basta programar.


SQL> select instance_name from v$instance;

INSTANCE_NAME
----------------
lana

SQL> CREATE TABLE connection_lana (login_date DATE,user_name VARCHAR2(30));

Table created.

SQL> select * from connection_lana;

no rows selected

SQL> CREATE OR REPLACE TRIGGER teste_login after LOGON ON DATABASE
when (USER LIKE 'SYS')
DECLARE
v_sid number;
v_module varchar2(48);
BEGIN
INSERT INTO connection_lana
(login_date, user_name)
VALUES
(SYSDATE, USER);
END teste_login;
/

Trigger created.

SQL> select trigger_name,status from dba_triggers where trigger_name='TESTE_LOGIN';

TRIGGER_NAME STATUS
------------------------------ --------
TESTE_LOGIN ENABLED

SQL> conn / as sysdba
Connected.
SQL> select * from connection_lana;

LOGIN_DAT USER_NAME
--------- ------------------------------
27-OCT-09 SYS

SQL>

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Rman Parte 2

Bom dia.

A correria do dia a dia me impede de atualizar o blog todo dia. ;(

Bom conforme comentado no post antigo, segue a segunda parte do Rman.
Vou demonstrar como recuperar alguns archives do catalogo.

Primeiro você deve saber se o archive ainda esta Guardado, com a opção.

list archivelog all;


Se os archives estiverem com o status "AVAILABLE" é porque você ainda pode recuperar o arquivo.

Vamos aos comandos.

#Para restaurar apenas um archive da fita basta você utilizar o comando abaixo.
run {
allocate channel CANAL type SBP_TAPE;
set archivelog destination to "CAMINHO";
restore archivelog logseq=469 thread=1;
}

#Para você restaurar uma sequencia de archives você pode utilizar o famoso until, segue abaixo.
run {allocate channel CANAL type disk;
set archivelog destination to "CAMINHO";
restore archivelog from logseq 469 until logseq=475;
}

Este procedimento pode ser bem demorado, caso seu backup estiver sendo compactado (compress=Y) nos parametros do RMAN.

Breve Rman Parte 3.
Como duplicar uma base com o Rman.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Rman Parte 1

Bom.

Muitos ambientes estão começando a utilizar esta funcionalidade do Oracle.
O que passa a oferecer no mercado um nicho de oportunidades para nos especializarmos.

Como o que eu mais faço aqui na empresa é trabalhar com backup, estou começando a fuçar nesta tecnologia.

Então vamos a alguns comandos muito uteis para nos entendermos neste aplicativo que para muitos pode ser considerado um bixode sete cabeças.


Para iniciarmos, começamos com o "show all"
Ete comando irá lhe mostrar todas as configurações pré setadas no catalogo de backup.
exmplo de uma configuração.


Vamos a parte pratica.

[oracle@machine archive]$ rman catalog=user/senha@instance target=user/senha@instance

Recovery Manager: Release 9.2.0.7.0 - 64bit Production

Copyright (c) 1995, 2002, Oracle Corporation. All rights reserved.

connected to target database: INSTANCE (DBID=268364877)
connected to recovery catalog database

RMAN> show all;

starting full resync of recovery catalog
full resync complete
RMAN configuration parameters are:
CONFIGURE RETENTION POLICY TO RECOVERY WINDOW OF 15 DAYS;
CONFIGURE BACKUP OPTIMIZATION ON;
CONFIGURE DEFAULT DEVICE TYPE TO 'SBT_TAPE';
CONFIGURE CONTROLFILE AUTOBACKUP ON;
CONFIGURE CONTROLFILE AUTOBACKUP FORMAT FOR DEVICE TYPE 'SBT_TAPE' TO '%F';
CONFIGURE DEVICE TYPE DISK PARALLELISM 1;
CONFIGURE DEVICE TYPE 'SBT_TAPE' PARALLELISM 1;
CONFIGURE CHANNEL 1 DEVICE TYPE 'SBT_TAPE' PARMS 'ENV=(TDPO_OPTFILE=/opt/tivoli/tsm/client/oracle/bin64/tdpo.opt)';
CONFIGURE CHANNEL 1 DEVICE TYPE DISK FORMAT '/home23/oracle/backup/rman/files/%d_%s_%p';
CONFIGURE MAXSETSIZE TO UNLIMITED;
CONFIGURE SNAPSHOT CONTROLFILE NAME TO '/home23/oracle/backup/rman/files/control-corp2-bkp.ctl';

RMAN>


[oracle@machine archive]$ rman catalog=user/senha@instance target=user/senha@instance

Você deve se perguntar o porquê desta linha complicada para conectar no rman.
Você tem de executar esta linha pelo seguinte motivo, o catalogo do Rman pode estar em outra instancia/maquina, por isso especifiquei no script onde exatamente ele vai conectar.

target esta igual ao catalog pois o target é o destino seria de qual banco que estou efetuando a conexão.

Digamos que tenho dois bancos.
o banco A tem o catalogo, mas é o banco B que quero efetuar o backup.
então a linha ficaria assim
[oracle@machine archive]$ rman catalog=user_do_banco_A/senha@instance_A target=user_do_banco_B/senha@instance_B

Alguns parâmetros estão tão explícitos que é desnecessário comentar, mas mesmo assim vamos lá.

CONFIGURE RETENTION POLICY TO RECOVERY WINDOW OF [NDAYS] DAYS; --Janela de retenção dos backup´s é de 15 dias.
CONFIGURE BACKUP OPTIMIZATION ON|OFF; --Backup otimizado esta habilitado. Serve para só fazer backuo de uma tablespace se a mesma houve alguma alteração.
CONFIGURE DEFAULT DEVICE TYPE TO 'SBT_TAPE'|'DISK'; --Informa o dispositivo padrão de backup.
CONFIGURE CONTROLFILE AUTOBACKUP ON|OFF; --faz backup do control file automaticamente ou não.
CONFIGURE CONTROLFILE AUTOBACKUP FORMAT FOR DEVICE TYPE 'SBT_TAPE' TO '%F'; --Formata o backup do control file para fita
CONFIGURE DEVICE TYPE DISK PARALLELISM 1; --grava em disco de forma serial
CONFIGURE DEVICE TYPE 'SBT_TAPE' PARALLELISM 1; -- Grava em fita de forma serial
CONFIGURE CHANNEL 1 DEVICE TYPE 'SBT_TAPE' PARMS... --Configura o canal 1 do dispositivo de fita atrás são os parâmetros de configuração da fita.
CONFIGURE CHANNEL 1 DEVICE TYPE DISK FORMAT '/home23/oracle/backup/rman/files/%d_%s_%p'; --Configura o canal de disco e o formato.
CONFIGURE MAXSETSIZE TO UNLIMITED; -- Configura o tamanho maximo dos arquivos do Rman.
CONFIGURE SNAPSHOT CONTROLFILE NAME TO ...; -- Configura o snapshot do controlfile do Rman.


Acho que é isso ;D

Logo logo parte 2.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Show error

Após tentar recompilar algum objeto com erro de compilação o oracle não lhe mostra o erro?

Tente o select abaixo.

select line||'/'||position "LINE_COL",text "ERROR"
from dba_errors
where name = 'OBJECT_NAME'
and type = 'OBJECT_TYPE'
and owner = 'OWNER'
order by line;

Isto já me quebrou o ganlho.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

SQL Balada

A muito tempo atraz recebi isto por email e ao ler o post de meu amigo mailer http://www.andremailer.com.br/, sobre sexo em C++ resolvi ir pela linha dele, e fui procurar o email.

segue abaixo o comportamento do homem em uma balada escrito em SQL.


ÀS 23H - CHEGANDO NA BALADA...

SELECT MULHER FROM BALADA
WHERE(GERAL = 'LINDA'
OR GERAL = 'GOSTOSA')
AND BUNDA >= 95
AND PEITOS >= 80
AND IDADE BETWEEN '18' AND '30'
AND CARATER = 'SAFADA'
AND ESTADO = 'ESTUDANTE';


ÀS 0H - AINDA NÃO CONSEGUIU NINGUÉM E JÁ ESTÁ COM UMAS CERVEJAS NO SANGUE...


SELECT MULHER FROM BALADA
WHERE GERAL = 'GOSTOSA'
AND BUNDA >= 80
AND PEITOS >= 70
AND IDADE BETWEEN '16' AND '35'
AND CARATER = 'MAIS OU MENOS SAFADA'
AND ESTADO = 'SEM OCUPAÇÃO';

ÀS 1H30 - COMEÇANDO A FICAR DESESPERADO...

SELECT MULHER FROM BALADA
WHERE GERAL = 'AJEITADA'
AND BUNDA >= 70
AND PEITOS >= 40
AND IDADE BETWEEN '16' AND '40'
CARATER != 'SANTA'
AND ESTADO = 'LARGADA';

ÀS 3H00 - DESESPERADO!!!...

SELECT MULHER FROM BALADA
WHERE GERAL LIKE '&BAGULHO&'
AND BUNDA <> 0
AND PEITOS <> 0
AND IDADE ETWEEN '14' AND '50'
ESTADO = 'EMPREGADA';

ÀS 4H00 - NA FILA PARA PAGAR E IR EMBORA DA BALADA...

SELECT MULHER FROM BALADA;


;D

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

AWR Ocupando espaço na Sysaux

Nas versões 10.2.0.3 existe um bug com o AWR.
O mesmo coleta informações de SQL Plan mais não deleta, existe uma configuração para este procedimento que cria uma data de retenção no banco, por padrão esta data é de 10 dias, porem o 10.2.0.3 não consegue deletar estes registros.

Para verificar este problema verifique o tamanho da tabela wrh$_sql_plan, e verifiue a retenção de dias de seu awr.

SQL> select dbms_stats.get_stats_history_retention from dual;
GET_STATS_HISTORY_RETENTION
---------------------------
10

Para Verificar desde qual dia não é deletado.

SQL> select min(timestamp) from sys.wrh$_sql_plan;


MIN(TIMES
---------
26-OCT-08


Conforme Bug 6522103 deverá ser efetuado limpeza manual da tabela wrh$_sql_plan .


Segue abaixo procedimento.



select min (snap_id) from sys.wrh$_sql_plan where timestamp=( select min(timestamp) from sys.wrh$_sql_plan);

1000


select max(snap_id) from sys.wrh$_sql_plan where timestamp < sysdate - 15 ;

2600



delete from WRH$_SQL_PLAN where SNAP_ID between &begin_id and &end_id;

begin_id=1000

end_id=1500

-- Recomendo a deletar de 500 em 500 para não impactar em performance.


Commit;

Alter table sys.wrh$_sql_plan move;

alter index SYS.WRH$_SQL_PLAN_PK rebuild;



Refazer os procedimentos acima até liberar a area desejada.



Números acima são fictícios.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

ORA-01555 - Snapshot to old

Erro clássico na vida de um DBA, pode acreditar você nunca vai escapar deste erro.

O problema é, quando acontece este erro, eu aumento a tablespace ou aumento a undo_retention?

Vou lhes mostrar uma query que vai lhe indicar o caminho correto a tomar.


set lines 156
set pages 30
column UNXPSTEALCNT heading "# UnexpiredStolen"
column EXPSTEALCNT heading "# ExpiredReused"
column SSOLDERRCNT heading "ORA-1555Error"
column NOSPACEERRCNT heading "Out-Of-spaceError"
column MAXQUERYLEN heading "Max QueryLength"

select inst_id,
to_char(begin_time, 'MM/DD/YYYY HH24:MI') begin_time,
UNXPSTEALCNT,
EXPSTEALCNT,
SSOLDERRCNT,
NOSPACEERRCNT,
MAXQUERYLEN
from gv$undostat
where begin_time between
to_date('07/28/2008 10:00', 'MM/DD/YYYY HH24:MI:SS') and
to_date('07/28/2008 14:30', 'MM/DD/YYYY HH24:MI:SS')
order by inst_id, begin_time;


Você tem de avaliar com atenção nas colunas:
# Expired|Reused
# UnexpiredStolen

As outras colunas podem lhe dar uma ajuda tbm.
Para isso favor verificar o doc id: 389554.1 ele poderá mostrar a você o resultado completo, o que infelizmente este editor não permite que eu faça.


# Expired|Reused: Indica falta de tempo para garantir toda a query, aumentar o tempo de retenção da UNDO_retention.
# UnexpiredStolen: Tamanho da undo pequeno, Aumentar o tamanho da UNDO.

OBS: o parametro de UNDO, undo_retention pode ser alterado dinamicamente não sendo necessário o restart do banco, segue abaixo.
alter system set undo_retention='valor desejado em segundos' scope=both;

Ainda se perde com os comandos do SRVCTL?

Segue abaixo alguns comandos que podem lhe ajudar com as sintaxes de start de ambientes em RAC.




Espero ter ajudado.



terça-feira, 14 de julho de 2009

Que tipo de DBA é você?

Bom me fizeram esta pergunta hoje e eu respondi!
Bom eu sou o DBA "moda foka"!
É meio que uma expressão minha. Mas não sabia que alguém havia criado classes de DBA´s.

Sou obrigado a concordar com o que o Rodrigo passou sobre esta função.

Gostaria apenas de defender um pouco mais "Tipo que sou de DBA".

Ao ler o artigo. Defino-me como DBA Google.

Pelo simples fato que falta experiência para me denominar outro tipo de DBA.
Trabalho em uma empresa de Consultoria em TI e provavelmente com muito estudo me tornarei um DBA de infra ou de projetos, logicamente se eu quiser seguir estes passos.

Acho que poderia ter uma classe para DBA´s com pouca experiência.

Achei muito interessante este artigo segue abaixo o link para que vocês possam ler e tirar suas conclusões.
Artigo Rodrigo Almeida

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Gerenciando Objetos de Usuários II

Dia 4/06/2009 postei alguns scripts para gerenciar objetos de usuários.
Como mover de uma tablespace para outra etc...

Existia uma duvida em minha cabeça.
Será que o oracle 10G ainda não havia um modo de mover os campos LOB para outro local sem ser pelo famoso EXPDP?
Bom Pesquisando um pouco no metalink e no santo google da vida encontrei alguns procedimentos bem úteis.
Porem fiquei com a impressão de que não seria fácil.
No metalink eu encontrei o Doc ID: 386341.1, ele tem vários passos para efetuar a manutenção destes objetos.
Porem se você é contratado por uma empresa e você nunca nem olhou para os objetos daquela empresa você vai ficar na mão quanto a descobrir informações sobre o LOBSEGMENT.
então vou postar aqui alguns "passos" a mais que para quem não conhece a estrutura das tabelas possa se virar.


Este Select lhe mostrará quais os segmentos de lob estão na tablespace.
SELECT OWNER,SEGMENT_NAME,
SEGMENT_TYPE,TABLESPACE_NAME,BYTES/1024/1024
from dba_segments
where SEGMENT_TYPE='LOBSEGMENT'
and TABLESPACE_NAME='<>';

Pegando o nome do segmento vc inclui no select abaixo para descobrir qual tabela e qual coluna tem o campo lob.
SELECT TABLE_NAME,COLUMN_NAME,
SEGMENT_NAME,INDEX_NAME
FROM DBA_LOBS
WHERE SEGMENT_NAME='<>';


Após receber os dados deste dois select é só você alterar a tabela com o campo lob.

ALTER TABLE <>
MOVE LOB( <>) STORE AS (
TABLESPACE <> )
/

exemplo.

SQL> CREATE TABLE LANA_LOB (
id NUMBER
, xml_file CLOB
, image BLOB
);

Tabela criada.

SQL> select OWNER,SEGMENT_NAME,SEGMENT_TYPE,
TABLESPACE_NAME,BYTES/1024/1024
from dba_segments
where SEGMENT_TYPE='LOBSEGMENT'
and TABLESPACE_NAME='LANA';

OWNER SEGMENT_NAME SEGMENT_TYPE TABLESPACE_NAME BYTES/1024/1024
------------- ---------------------------- ------------------ ------------------ ----------------
LANA SYS_LOB0000016287C00003$$ LOBSEGMENT LANA ,0625
LANA SYS_LOB0000016287C00002$$ LOBSEGMENT LANA ,0625
LANA SYS_LOB0000016282C00003$$ LOBSEGMENT LANA ,0625
LANA SYS_LOB0000016282C00002$$ LOBSEGMENT LANA ,0625



SQL> SELECT TABLE_NAME,COLUMN_NAME,
SEGMENT_NAME,INDEX_NAME
FROM DBA_LOBS
WHERE SEGMENT_NAME='SYS_LOB0000016287C00003$$';

TABLE_NAME COLUMN_NAME SEGMENT_NAME INDEX_NAME
------------- -------------- ------------------------------ ------------------------------
LANA_LOB IMAGE SYS_LOB0000016287C00003$$ SYS_IL0000016287C00003$$

SQL> CREATE TABLESPACE LANA_LOB
DATAFILE '/u01/app/oracle/oradata/lana/lana_LOB.DBF'
size 50m autoextend on next 50m maxsize 500m;

Tablespace criado.

SQL> ALTER TABLE LANA_LOB
MOVE LOB(image) STORE AS (
TABLESPACE LANA_LOB )
/

Tabela alterada.

SQL> select OWNER,SEGMENT_NAME,SEGMENT_TYPE,
TABLESPACE_NAME,BYTES/1024/1024
from dba_segments
where SEGMENT_TYPE='LOBSEGMENT'
and TABLESPACE_NAME='LANA';

OWNER SEGMENT_NAME SEGMENT_TYPE TABLESPACE_NAME BYTES/1024/1024
--------- ----------------------------- ------------------ ------------------ ---------------
LANA SYS_LOB0000016287C00002$$ LOBSEGMENT LANA ,0625
LANA SYS_LOB0000016282C00003$$ LOBSEGMENT LANA ,0625
LANA SYS_LOB0000016282C00002$$ LOBSEGMENT LANA ,0625

SQL> select OWNER,SEGMENT_NAME,SEGMENT_TYPE,
TABLESPACE_NAME,BYTES/1024/1024
from dba_segments
where SEGMENT_TYPE='LOBSEGMENT'
and TABLESPACE_NAME='LANA_LOB';

OWNER SEGMENT_NAME SEGMENT_TYPE TABLESPACE_NAME BYTES/1024/1024
---------- ----------------------------- ------------------ ------------------ ----------------
LANA SYS_LOB0000016287C00003$$ LOBSEGMENT LANA_LOB ,0625

SQL>

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Ausência

Nesta quarta Feira dia 03/07/2009 enfim fui fazer a prova da tão esperada OCP.

Não vou dizer que foi fácil, pois nas dez primeiras questões eu fiquei com vontade de pegar o rascunho que a
atendente da prometric entrega, levantar e sair da sala. Nem mesmo vou dizer que foi tranquila devido ao atraso de trinta minutos para iniciar a minha prova, pois ocorreu um problema no computador do teste e quase fui impossibilitado de fazer a prova.

Mas enfim após dois anos me envolvendo com a tecnologia da Oracle consigo o Certificado Profissional da área. Como dizem os meus colegas de trabalho agora só falta aprender Oracle. ;)

terça-feira, 16 de junho de 2009

Movendo Datafiles

Muitas vezes, você precisará mover algum datafile menos importante de seu ambiente para algum filesystem com mais expaço em disco. Porem a pergunta, preciso parar o banco inteiro para efetuar este processo?
Não não. você apenas irá colocar a tablespace em offline para poder mover os datafiles.

Segue abaixo ospassos corretos.
Primeiro você passa a Tablespace para modo offline
SQL> alter tablespace TABLESPACE offline;

Segundo você copia/mover o datafile para o novo local.
Terceiro você efetua o processo de rename
SQL> alter database rename file 'CAMINHO_ANTIGO' TO 'CAMINHO_NOVO';

Opcional: Eu costumo a copiar o datafile para o novo local e o datafile antigo eu renomeio ele para "_old" ou como vocês preferirem. caso o prcesso execute com algum erro o tempo de recuperação eh mais rapido.

Quarto passo é colocar novamente a tablespace em on line.
SQL> alter tablespace TABLESPACE online;

Procedimento concluido.

[]´s

sábado, 13 de junho de 2009

Restaurando Tablespace Temporario

Bom dia.

Os tablespaces temporarios juntamente com seus arquivos de dados não podem ser incuidos no backup, pois não há como colocar estes arquivos de dados em BEGIN BACKUP devido a estes dados não serem importantes para um banco de dados.
Então como faremos para recuperar esta tablespace ou algum tempfile desta tablespace?

A resposta é oviamente facil se analizarmos que os datafiles temp não contem dados propriamente dito.
Esta tablespace serve exclusivamente para armazenar dados temporarios cuja desaparecerão quando a sessão que o utilizou desconectar.

Como eu utilizo esta tablespace?
Bom isto esta implicito no banco. Você utilizará esta tablespace quando for fazer alguma ordenação (ORDER BY) em sua query em que seja muito grande para a memória poder ordenar, neste caso você utilizará a tablespace temporaria para efetuar a ordenação.
Ou então se você criar uma tabela "global temporary" esta tabela é utilizada para armazenar dados temporarios de uma seção, infelizmente este recurso é muito pouco utilizado aqui no Brasil, pois os programadores insistem em criar tabelas normais para fazer este serviço gerando assim redo e undo.

Bom não vamos fujir do assunto.

Depois de toda esta ladainha da importancia da temp vem a pergunta.
Como recupero a temp se nem backup eu posso fazer dela?

Na verdade você não recupera a temp, você recria ela. Abaixo vou postar os passos para efetuar este processo.

1 Adicione um tempfile ao tablespace temporario com problema.
SQL> alter tablespace temp add tempfile ' CAMINHO ' size 200m;

2 Retire o tempfile danificado do ar.
SQL> alter tablespace tempfile ' CAMINHO ' offline;

3 Exclua o arquivo danificado.
SQL> alter tablespace tempfile ' CAMINHO ' drop;


Você também poderá efetuar estes procedimentos incluindo uma nova tablespace temporaria.
Neste caso você deve lembrar de transformar a nova temporary tablespace como padrão do oracle caso a danificada seja.

1 Crie um novo tablespace
SQL> create temporary tablespace temp1 tempfile ' CAMINHO ' size 200m;

2 Altere esta tablespace para ser a default do banco.
SQL> alter database default temporary tablespace temp1;

3 Eclua a tablespace danificada.
SQL> drop tablespace temp including contents and datafile;

Resolvido.

Lembrando que um usuário comun de seu ambiente não irá perceber problemas no banco de imediato mas você deverá perceber e corrigir o mesmo afim de não causar problemas maiores.

[]'s

segunda-feira, 8 de junho de 2009

WHO_IS_USING

Este. é uma excelente procedure criada pela própria Oracle para descobrir quem esta utilizando o objeto no momento.

Digamos que você queira recompilar algum objeto, mas quando vc faz isto o banco trava sua seção.
Obviamente o objeto esta sendo utilizado.
Então você utiliza esta procedure com o comando abaixo.


SQL> exec who_is_using('NOME_DO_OBJETO');
(140) - TS
PL/SQL procedure successfully completed


Onde 140 é o sid da sessão.
Simples rapido e rasteiro.

para você instalar o who_is_using vc precisa instalar ele no seu banco, e abaixo vão os passos.
-- conectar com senha de sys
conn / as sysdba
-- e rodar o codigo wrap da procedure!
prompt The following procedure MUST be created in the SYS schema.

create or replace procedure who_is_using wrapped
0
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
abcd
7
200f000
1
4
0
1e
c WHO_IS_USING:
8 OBJ_NAME:
8 VARCHAR2:
b DBMS_OUTPUT:
6 ENABLE:
7 1000000:
1 I:
1 B:
8 USERNAME:
3 SID:
3 SYS:
7 X$KGLPN:
1 A:
9 V$SESSION:
7 X$KGLOB:
1 C:
8 KGLPNUSE:
1 =:
5 SADDR:
5 UPPER:
8 KGLNAOBJ:
4 LIKE:
8 KGLPNHDL:
8 KGLHDADR:
4 LOOP:
8 PUT_LINE:
1 (:
2 ||:
7 TO_CHAR:
4 ) - :
0

0
0
74
2
0 1d 9a 8f a0 b0 3d b4
55 6a :2 a0 6b 51 a5 57 91
:2 a0 6b :2 a0 6b ac :2 a0 6b a0
b9 :2 a0 b9 :2 a0 6b a0 b9 b2
ee :2 a0 6b a0 7e a0 6b b4
2e :3 a0 6b a5 b 7e :2 a0 a5
b b4 2e a 10 :2 a0 6b a0
7e a0 6b b4 2e a 10 ac
d0 e5 e9 37 :3 a0 6b 6e 7e
:3 a0 6b a5 b b4 2e 7e 6e
b4 2e 7e :2 a0 6b b4 2e a5
57 b7 a0 47 b7 a4 b1 11
68 4f 17 b5
74
2
0 3 4 19 15 14 20 13
25 29 2d 31 35 38 3b 3c
41 45 49 4d 50 54 58 5b
5c 60 64 67 11 6b 6f 73
75 79 7d 80 84 86 87 8e
92 96 99 9d a0 a4 a7 a8
ad b1 b5 b9 bc bd bf c2
c6 ca cb cd ce 1 d3 d8
dc e0 e3 e7 ea ee f1 f2
1 f7 fc fd 101 106 10b 10d
111 115 119 11c 120 123 127 12b
12f 132 133 135 136 13b 13e 142
143 148 14b 14f 153 156 157 15c
15d 162 164 168 16f 171 175 177
182 186 188 18f
74
2
0 1 b 18 21 :2 18 17 :2 1
2 :2 e 15 :2 2 6 1c :2 1e 27
:2 29 1c 11 15 11 1d 11 1f
29 1f 2b 2f 2b 37 2b c
11 12 :2 14 1f 1d :2 21 :2 1d 12
18 :2 1a :3 12 2a 30 :2 2a :5 12 :2 14
1f 1d :2 21 :2 1d :2 12 :4 c 2 2b
3 :2 f 18 1b 1d 25 :2 27 :2 1d
:2 18 2b 2d :2 18 33 35 :2 37 :2 18
:2 3 2b 6 2 :8 1
74
2
0 :9 1 :6 3 :8 4 :f 5 :9 6 :d 7 :2 6
:9 8 :2 6 5 :4 4 8 :19 9 8 a
4 :2 2 :6 1
191
2
:4 0 1 :a 0 70 1 1a 1b 5
:2 3 :3 0 2 :6 0 5 4 :3 0 7
:2 0 70 2 8 :2 0 4 :3 0 5
:3 0 a b 0 6 :2 0 7 c
e :2 0 6c 7 :3 0 8 :3 0 9
:3 0 11 12 0 8 :3 0 a :3 0
14 15 0 9 b :3 0 c :3 0
18 19 0 d :3 0 e :3 0 8
:3 0 1d 1e b :3 0 f :3 0 20
21 0 10 :3 0 22 23 c 25
49 0 4a :3 0 d :3 0 11 :3 0
27 28 0 8 :3 0 12 :2 0 13
:3 0 2a 2c 0 12 2b 2e :3 0
14 :3 0 10 :3 0 15 :3 0 31 32
0 10 30 34 16 :2 0 14 :3 0
2 :3 0 15 37 39 17 36 3b
:3 0 2f 3d 3c :2 0 d :3 0 17
:3 0 3f 40 0 10 :3 0 12 :2 0
18 :3 0 42 44 0 1c 43 46
:3 0 3e 48 47 :3 0 2 17 26
0 4b :5 0 4c :2 0 4e 10 4d
19 :3 0 4 :3 0 1a :3 0 50 51
0 1b :3 0 1c :2 0 1d :3 0 7
:3 0 a :3 0 56 57 0 1a 55
59 1f 54 5b :3 0 1c :2 0 1e
:3 0 22 5d 5f :3 0 1c :2 0 7
:3 0 9 :3 0 62 63 0 25 61
65 :3 0 28 52 67 :2 0 69 2a
6b 19 :3 0 4e 69 :4 0 6c 2c
6f :3 0 6f 0 6f 6e 6c 6d
:6 0 70 0 2 8 6f 72 :2 0
1 70 73 :6 0
2f
2
:3 0 1 3 1 6 1 d 2
13 16 3 1c 1f 24 1 33
2 29 2d 1 38 2 35 3a
1 58 2 41 45 2 53 5a
2 5c 5e 2 60 64 1 66
1 68 2 f 6b
1
4
0
72
0
1
14
2
3
0 1 0 0 0 0 0 0
0 0 0 0 0 0 0 0
0 0 0 0
2 0 1
3 1 0
10 2 0
0
/


Prontinho você já instalou a procedure agora é soh testar.

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Gerenciando Objetos de Usuários

Quem trabalha a tempo com bancos sabe que este é um problema constante em base de dados onde não há nenhum DBA constantemente efetuando manutenções.

Varias vezes eu detectei em muitos clientes owners gravando seus objetos em varios tablespaces.
Isto alem de desorganizado degride a performance do banco, pois como você poderá criar metricas de I/O sendo que você não sabe onde seus dados estão gravando?
Então para você reorganizar novamente e colocar os objetos nos locais devidos abaixo vai uma solução bem simples para você transferir os dados necessários de uma tablespace para outra.

OBS: Para indicces com lob segments aconselho a usar export Datapump!


Com este select você descobre o que esta sendo gravado na tablespace!
select owner,segment_type,segment_name,bytes from dba_segments where tablespace_NAME = 'TABLESPACE_NAME' ORDER BY BYTES;

Você pode efetuar o mesmo select com varias outras clausulas where que poderão lhe auxiliar EX:
select owner,tablespace_name,segment_type,segment_name,bytes from dba_segments where owner like '%OWNER%' ORDER BY BYTES;



Para Mover os indices

select 'alter index ' || owner || '.' || segment_name || ' rebuild tablespace TABLESPACE_NOVA;'
from dba_segments where owner = 'USER' and tablespace_name = 'TABLESPACE_ANTIGA';


Para Mover as tabelas

select 'alter table ' || owner || '.' || segment_name || ' move tablespace TABLESPACE_NOVA'
from dba_segments where owner = 'USER' and tablespace_name = 'TABLESPACE_ANTIGA';



Para Mudar a tablespace padrão do Owner

alter user USUARIO default tablespace TABLESPACE NOVA


Pronto Manutenção efetuada.

Lembrando que poderão ocorrer erros em indices e tabelas que estão sendo utilizadas então recomendo a fazer este processo com o minimo de conexões o possivel no banco.
Este processo irá gerar archives caso seu banco esteja em ARCHIVELOG, caso a manutenção seja muito grande desabilite esta opção.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Lendo arquivos em Memória

Esta dica é bem útil para efetuar export/import de um banco de dados.

Digamos que você esteja enfrentando problemas de espaço em disco, você tem míseros 10G de espaço livre sobrando e por sorte seu arquivo DUMP compactado ficou com pouco abaixo disto vamos suport 9G de dump o que não é considerado um arquivo grande para este tipo de situação.

Como iremos importar a base de dados? Bom vamos lhe apresentar o comando mknod no Linux.
Est comano cria um arquivo especial no linux.
Primeiro você precisa criar um arquivo para ser o apontamento da memória.

# mknod pipe1 p

Depois você precisa descompactar o arquivo e aqui é que entra a grande mágica deste post.

# gunzip < arquivocompactado.dmp.gz > pipe1 &

Este comando irá descompactar o arquivo para dentro do arquivo pipe1, porem se você listar o arquivo ele estará vazio.

OBS: você não poderá tentar editar o arquivo, caso você faça isto você terá de refazer todos estes passos novamente.
Após isto você deverá efetuar o processo de import.

Imp user/senha@banco file=pipe1 log=import.log parâmetros...

Basicamente o que fizemos foi colocar o arquivo de dump para descompactar em memória sendo assim ele vai ser descompactado no arquivo pipe1 conforme o import vai precisando, e com isso o mesmo não ocupa espaço em disco.

Um teste que eu acabei não realizando seria a questão de performance dos imports.

Ai vai minha dica. ;)

terça-feira, 2 de junho de 2009

Pegar DDL de objetos

Precisa pegar ddl de alguns objetos de seu banco?

Simples conheça o "dbms_metadata.get_ddl"

Muito simples de usar

select dbms_metadata.get_ddl('TIPO_OBJETO','NOME_OBJETO','USER') from dual;

Utilize spool para salver o memso em disco.

"set heading off;
set echo off;
Set pages 999;
set long 90000;
spool ddl_list.sql
select dbms_metadata.get_ddl('TABLE','DEPT','SCOTT') from dual;"


Ou então se mate com a dba_source ;)

quinta-feira, 28 de maio de 2009

EXP-00008: ORACLE error 6550 encountered

EXP-00008: ORACLE error 6550 encountered
ORA-06550: line 1, column 18:
ORA-06550: line 1, column 7:
ORA-06512: at SYS.DBMS_SYS_SQL, line 1204
ORA-06512: at SYS.DBMS_SQL, line 323
ORA-06512: at SYS.DBMS_EXPORT_EXTENSION, line 97
ORA-06512: at SYS.DBMS_EXPORT_EXTENSION, line 126

Este erro pode ocorrer em varios casos, os que eu conheço são.
Nova instalação
Upgrade de versão para 10.2.0.4

Normalmente este erro ocorre apenas no backup full e no oracle 10.2.0.4, pois o oracle 10.2.0.4 existem algumas permisões de seguranças a mais que o 10.2.0.3.

Erro facilmente resolvido com apenas doid grants.

GRANT EXECUTE ON SYS.DBMS_DEFER_IMPORT_INTERNAL TO OWNER;
GRANT EXECUTE ON SYS.DBMS_EXPORT_EXTENSION TO OWNER;

Este erro esta referenciado no Note: 464672.1

quarta-feira, 27 de maio de 2009

EXP-00003 : no storage definition found for segment(:ln1,:ln2)

Boa Noite a todos.

Começo hoje meu blog sobre banco e gostaria de dividir com algumas pessoas que curtem pesquisar antes de perguntar sobre certos erros podem ocorrer em nossos dia à dia.

Para começar, vou postar sobre um erro de backup que me deu um certa dor de cabeça hoje pela manhã e a solução foi simples. (Obviamente com a ajuda do metalink)

Export terminated successfully with warnings.
EXP-00003: no storage definition found for segment
EXP-00003: no storage definition found for segment
EXP-00003: no storage definition found for segment
EXP-00003: no storage definition found for segment
EXP-00003: no storage definition found for segment
EXP-00003: no storage definition found for segment
EXP-00003: no storage definition found for segment

Causa:
Querys do sistema não conseguem visualizar as colunas "BYTES/BLOCKS/EXTENTS" da tabela dba_segments que é a view responsável por gerenciar o espaço usado/livre de objetos no oracle.

Solução:
Crie uma View no oracle chamada "exu9tne"
passo a passo.

sqlplus / as sysdba

CREATE OR REPLACE VIEW exu9tne (
tsno, fileno, blockno, length) AS
SELECT ts#, segfile#, segblock#, length
FROM sys.uet$
WHERE ext# = 1
UNION ALL
SELECT * from sys.exu9tneb
/

Após isto re-execute o backup.

OBS: Este procedimento é recomendado para Oracle 9i.